Especialista em PDV

O Trade Marketing tem tantos segredos que perdemos as contas. Afinal, por mais que você seja especialista em PDV e conheça a maior parte dos segredos dessa área, sempre será surpreendido por inovações e novas técnicas e estratégias. 

Por isso, há muitas coisas que você ainda não sabe sobre canais, categorias e shoppers. Nós compilamos algumas delas aqui, para você descobrir. Descubra o que todo especialista em PDV precisa saber sobre canais, categorias e shoppers.

 

Especialista em PDV: CANAIS

1. A visibilidade que você busca pode estar no posicionamento do produto

Você pode ter a melhor estratégia de Trade, mas se o seu produto não estiver bem posicionado, ele não terá visibilidade. Às vezes, basta uma movimentação simples para que os resultados comecem a melhorar. 

Por isso, observe as estratégias adotadas pelo seu concorrente e descubra a melhor forma de garantir que seu produto será notado e como ele vai se sobressair à estratégia de exposição das marcas que dividem o mercado com você. 

Por exemplo: em um dos canais de venda há um corredor completo com diferentes tipos de massas, pastas e macarrão. Você, fabricante de queijo ralado, pode comunicar o coordenador daquele canal que você quer um ponto extra de queijo ralado posicionado exatamente na ponta deste mesmo corredor. Não pode? 

Estude sempre melhores maneiras de posicionar o seu PDV nos canais que você está presente. 

2. A ruptura pode fazer seu cliente ir até outro canal (ou não)

Pode ser que, ao deparar-se com a gôndola vazia, seu comprador vá até outro canal de vendas mais próximo para adquirir o seu produto, por ser fiel à sua marca. Mas o mais provável é que ele decida comprar do seu concorrente. 

Não é por acaso que a ruptura representa 5% do prejuízo que o varejo tem. Pense na experiência do comprador, ele estava pronto para ir até aquele local na esperança de ter AQUELE produto. 

É muito frustrante para o shopper quando isso acontece e, se você se preocupa com a experiência de compra dele, sabe que isso é um tiro no pé. Corre o risco de ele virar fã de carteirinha da marca do seu concorrente, já que ele – aparentemente – controla a ruptura de gôndola de maneira bem mais eficiente que você. E agora? 

O melhor é buscar maneiras de acabar com a ruptura no PDV, em TODOS OS CANAIS. 

 

Especialista em PDV: CATEGORIAS

1. Sortimento é um dos segredos da boa gestão de categorias

O sortimento é normalmente a estratégia de trade que mais encanta os shoppers. A grande variedade de produtos prende sua atenção e, além disso, também ajuda na comodidade de quem está comprando. 

Portanto, além de informações de consumo de cada categoria de produto no mercado, pense sobre quais são suas metas no PDV com aquela categoria e estude a possibilidade de apresentar vários produtos no mesmo local (balas com chicletes, chocolates e produtos semelhantes em um mesmo PDV) – essa será, sem dúvida, uma das melhores práticas em gestão de categorias para vender muito mais.  

2. Gestão de categorias deve estar aliada à gestão qualificada de estoque no canal

Se a variedade é importante, a profundidade é mais. Não adianta você buscar a melhor estratégia de sortimento, categorizar o PDV de maneira contundente se, na hora em que o shopper estiver passando na gôndola, o produto que ele busca não estiver disponível. E pior: em função de um péssimo esquema de estoque e reposição. 

Garantir uma reposição rápida e assertiva é fundamental para diminuir perdas. E, para isso, saber a melhor forma de utilizar esse espaço é fundamental. 

 

Especialista em PDV: SHOPPER

1. Shopper significa comprador e não consumidor. Mas ele também pode ser, sim, o consumidor. 

Como especialista em PDV, você sabe: em muitas situações, como fralda ou mistura para alimento de crianças pequenas, seu shopper não é o consumidor, porque crianças pequenas não fazem compras. 

Por mais esdrúxulo que seja o exemplo, é interessante para ilustrar a maneira mais adequada de abordar seu público-alvo

Já algumas outras situações, é provável que shopper e consumidor sejam a mesma pessoa. Ter muito clara essa noção de “quem é o meu shopper” e “quem é o consumidor” é fundamental para o sucesso de qualquer estratégia, já que vai facilitar a melhor maneira de pensar a distribuição da categoria de produtos no PDV dentro de um canal de vendas e, então, chamar atenção do seu shopper. 

2. Shopper gosta de ter uma experiência sensorial (e é provável que ele compre por causa dela)

O que faz seu cliente ir até à loja não é só necessidade, é também experiência. Ele gosta de ver, pegar, sentir e cheirar o produto – principalmente no varejo de alimentos. 

Por isso, invista em experiência de compra: degustações posicionadas em locais estratégicos vão dar um plus aos seus resultados. Experimente também lançar mão de novas tecnologias, como realidade aumentada, uso de câmeras com televisores ou outras opções. E saiba que a Fábrica de Ideias pode ajudar nisso. 

 


Precisa de ajuda para executar sua estratégia de merchandising? 

Se você precisa repensar sua estratégia de Trade Marketing e Merchandising e ter mais visibilidade no ponto de venda, então saiba que a Fábrica de Ideias pode te ajudar.

Além de possuir know how e grande capacidade produtiva em materiais de PDV, também somos um fornecedor end to end, e integramos todas as etapas da cadeia de merchandising, desde o design e engenharia, até a produção, logística e positivação de expositores no PDV.

Graças ao seu domínio de mercado, a Fábrica de Ideias é capaz de facilitar a execução no PDV e atender aos mais diversos formatos de lojas, nos mais diversificados canais de venda.

Visite nosso site para saber mais sobre as soluções que nós oferecemos.


A Fábrica de Ideias é especialista em merchandising no PDV. Há mais de 20 anos no mercado, nossa equipe atua criando, produzindo, armazenando e ativando soluções completas. Não importa qual o seu desafio, a Fábrica de Ideias é o parceiro ideal para merchandising no ponto de venda. Conheça o trabalho da Fábrica de Ideias e contate nossa equipe.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.