Você sabe como utilizar materiais de PDV para gerar sell-out com economia e escala na era pós-pandemia?

Em tempos de crise, o marketing no ponto de venda é visto, infelizmente, como uma  despesa para muitas empresas. Nesse cenário, porém, a visibilidade é um dos principais pilares no PDV para um produto ter destaque no momento de decisão de compra.  Afinal, a exposição tem relação direta com os índices de sell-out. É aí que entra o poder do merchandising.

O merchandising no ponto de venda é uma ferramenta estratégica do trade marketing muito eficiente para cativar o shopper no PDV, proporcionar experiências ricas e converter em vendas, ou seja, garantir o famoso sell out.

Mas o trabalho de merchandising pode ir por água abaixo se a escolha dos materiais de ponto de venda não for feita com inteligência e assertividade, ainda mais em momentos de crise como o que estamos vivendo.

Você já parou para se perguntar o quanto uma empresa pode perder dinheiro com o desperdício de materiais de ponto de venda (MPDV)? Cada centímetro da exposição feita nos PDVs exige um investimento, e saber utilizar esse espaço para fazer dinheiro é o objetivo comum do varejo e da indústria.

Porém, quais estratégias a sua área de trade tem desenhado para ajudar suas marcas a terem ainda mais visibilidade e impactos no ponto de venda dentro de um cenário de recessão econômica, e em que a escolha do shopper está mais racional e mais seletiva?

Escolher os materiais certos para gerar sell out com escala e economia, sem dúvidas, é indispensável na era pós covid-19. Materiais que impactem a jornada de compra deste shopper mais racional, tanto em pontos extras como em pontos estratégicos da gôndola são essenciais para trazer visibilidade  e obter os melhores resultados no PDV com economia e eficiência.

Por isso, hoje trouxemos algumas dicas com os principais fatores de sucesso para um MPDV eficiente, que evite desperdícios e agregue ainda mais na sua estratégia de trade marketing.

 

Escolher os materiais certos para gerar sell out com escala e economia, sem dúvidas, é indispensável na era pós covid-19. Materiais que impactem a jornada de compra deste shopper mais racional, tanto em pontos extras como em pontos estratégicos da gôndola são essenciais para trazer visibilidade  e obter os melhores resultados no PDV com economia e eficiência.

 

Antes de falarmos sobre os materiais de PDV, saiba a importância do varejo físico

Antes de mais nada, é preciso estabelecer alguns pontos que já podemos afirmar com segurança: as lojas físicas não vão morrer e nem o material de merchandising.

Um bom exemplo disso é que, apesar da maior preocupação do shopper, 66% dos brasileiros pretendiam comprar o presente de Dia dos Pais em lojas físicas apesar da pandemia, conforme apontou o estudo feito pela Vivo Ads.

Com a reabertura dos comércios, o shopper estará mais exigente quanto à higiene e segurança dos pontos físicos. Mas cabe ao varejo reforçar as medidas preventivas e deixar os frequentadores mais tranquilos (veja algumas dicas aqui), sem deixar de entregar a melhor experiência de compra.

Também sabemos da importância do varejo online. Sim, estamos diante de uma era predominantemente digital, mas, ainda assim, as marcas não podem deixar de apostar na importância da experiência no varejo físico.

Na verdade, o impacto da comunicação da marca precisa acontecer nos ambientes on e off, trazendo uma comunicação consistente e experiência única ao shopper em todos os canais. O impacto na mídia online existe, mas o consumidor também decide a compra no PDV físico.

Materiais de PDV: quais são os fatores de sucesso?

Tendo isso em mente, podemos perceber a importância dos  materiais de merchandising para a sua estratégia de trade marketing. Eles são uma solução offline capaz de agregar valor à experiência do consumidor na loja física.

É importante sabermos também que, nesse momento de pandemia, a jornada de compra está mais rápida e objetiva, além disso, o tempo de loja também está menor. Dessa forma, os materiais precisam ser soluções inteligentes, criativas, que se adaptem ao “novo normal” e que beneficiem a categoria de produtos onde estiverem inseridos, trazendo resultados para a indústria e o varejo.

A seguir, identificamos os principais fatores de sucesso para um material de PDV ser vencedor e alavancar sua estratégia de trade marketing:

1. Experiência de compra

Um dos fatores mais importantes é a experiência de compra. Você já deve ter ouvido a frase “O como se compra é mais importante do que o que se compra”.

Essa experiência de compra é resultado de vários estímulos processados pelo shopper. Por isso, os materiais promocionais – assim como a iluminação, a embalagem, o atendimento etc. – fazem parte desse processo de estímulo e encantamento do shopper.

Antes de mais nada, o trade precisa conhecer o shopper, entender seu comportamento, desejos e necessidades e, a partir disso, buscar o desenvolvimento de materiais com um design alinhado com a comunicação da marca e que capture a atenção do shopper, estimulando-o. Através de materiais criativos e relevantes é possível entregar uma experiência encantadora, com foco na experiência de consumo e no sell out.

Um ótimo caminho é utilizar o material promocional como uma mídia no PDV, entregando informações e benefícios sobre os produtos, pois isso contribui na decisão de compra do shopper, que hoje está mais racional. Que tal incluir também um QR Code no seu display e direcionar o shopper para conhecer mais atributos dos seus produtos ou para uma campanha promocional?

Use a imaginação e a criatividade para entregar uma experiência de compra cada vez melhor.

2. Modularidade

A modularidade é outro fator chave para um material de ponto de venda, pois garante versatilidade e adaptação a diversos canais. Esse tipo de material também tem flexibilidade de implementação em diversos pontos da loja.

Com o cenário de pandemia e com menos equipe em campo, é essencial buscar soluções que facilitem o trabalho do time de promotores e que tragam velocidade de execução com displays modulares e desmontáveis, que permitam uma montagem mais fácil, prática e rápida nas lojas.

A modularidade permite a criação de peças com diferentes configurações, tamanhos e formatos, pois é altamente flexível e pode se adequar a diferentes espaços no ponto de venda. Outro ponto positivo é que materiais de PDV modulares podem ser reutilizados em mais de uma campanha e isso acaba gerando uma grande economia no fim das contas.

3. Otimização logística

Nós já falamos aqui sobre a modularidade como uma característica importante em materiais de ponto de venda, certo? Mas você sabia que a modularidade está intrinsecamente relacionada à otimização logística dos materiais?

Sabemos que em tempos de crise, a equipe de trade marketing precisa investir de forma inteligente e buscar soluções mais econômicas. A otimização logística é um fator fundamental quando pensamos em economia como um pilar da estratégia de merchandising.

Por serem modulares e fornecidos desmontados, os displays modulares ocupam menos espaço no transporte, contribuindo com a otimização de processos logísticos. Para se ter uma ideia, um caminhão truck é capaz de transportar cerca de 660 displays de chão de plástico desmontados. O mesmo não seria possível com displays metálicos ou de madeira, que precisam ir montados, pois para transportar a mesma quantidade seriam necessários cerca de cinco caminhões. Ou seja, um custo de frete 5x maior!

Essa logística inteligente traz uma grande vantagem competitiva para a cadeia promocional, pois reduz e muito, os custos de frete e armazenamento. A economia pode ser de até 70% no custo anual. Além disso, também colaboram com a sustentabilidade e preservação do meio ambiente através da redução de poluentes na atmosfera que são emitidos pelos caminhões necessários para o transporte.

 

4. Escalabilidade

Para quem deseja ter mais cobertura de mercado e com custos menores, os materiais de PDV precisam ser escalonáveis, ou seja, precisam ser produzidos em larga escala de produção.

Se a sua empresa possui materiais relevantes para o varejo e em escala para todos os formatos de PDV com consistência na comunicação, a campanha ganha capilaridade, ativando e convertendo um número maior de shoppers, e com baixo custo.

Entretanto, é importante lembrar que só o material de merchandising não faz milagres. Ou seja, tudo isso precisa estar atrelado à uma excelente execução, com um time de execução alinhado e engajado nos resultados. É na execução de merchandising que as estratégias do trade acontecem!

O merchandising é essencial nesse momento em que o shopper está mudando seus hábitos de consumo e as marcas que conquistaram seus espaços através de muito esforço, planejamento e adaptação constante não podem correr o risco de perder sua posição no PDV.

Saiba como executar sua estratégia de merchandising e aumentar o sell-out com a Fábrica de Ideias!

 


Precisa de ajuda para executar sua estratégia de merchandising? 

Se você precisa repensar sua estratégia de Trade Marketing e Merchandising e ter mais visibilidade no ponto de venda, então saiba que a Fábrica de Ideias pode te ajudar.

Além de possuir know how e grande capacidade produtiva em materiais de PDV, também somos um fornecedor end to end, e integramos todas as etapas da cadeia de merchandising, desde o design e engenharia, até a produção, logística e positivação de expositores no PDV.

Graças ao seu domínio de mercado, a Fábrica de Ideias é capaz de facilitar a execução no PDV e atender aos mais diversos formatos de lojas, nos mais diversificados canais de venda.

Visite nosso site para saber mais sobre as soluções que nós oferecemos.


A Fábrica de Ideias é especialista em merchandising no PDV. Há mais de 20 anos no mercado, nossa equipe atua criando, produzindo, armazenando e ativando soluções completas. Não importa qual o seu desafio, a Fábrica de Ideias é o parceiro ideal para merchandising no ponto de venda. Conheça o trabalho da Fábrica de Ideias e contate nossa equipe.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.